SEGUIDORES ESPIRITUALIZADOS

PG14 SEXUALIDADE NO CONCEITO ESPIRITUAL

                                                   

                                                                                      
                        CIÊNCIAS E ESPIRITUALIDADE
                                               


Conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará. (Jesus)

1ª§ Sexo e amor são duas forças quase antagônicas; o amor, em sua essência, nada tem a ver com o sexo: a manifestação sexual nos exterioriza um sentimento de posse, ao passo que o amor é doação; o sexo se traduz por conquista, o amor é renúncia... Tanto quanto as demais possibilidades do espírito, o sexo está sujeito a conseqüente sublimação. Quando se fala em sexo, não conseguimos admiti-lo, em seu exercício, a não ser como ele ainda é praticado pelos seres humanos, ou seja, muito próximo da forma com que os próprios animais o executam, em obediência ao instinto de reprodução... 

2ª§ No ser humano, acrescenta-se o ingrediente do prazer; todavia que é o prazer, senão uma sensação e não um sentimento? Sexo é sensação, amor sentimento...
Os dois coexistem e coexistirão, até que, um dia, o amor se despoje completamente; na verdade, tudo que se refere a sexo passa; é um prazer que carece de ser renovado com freqüência, porquanto não basta a si mesmo... Só o amor é capaz de gerar para si a própria alegria! Somente o amor se basta!...      

3ª§ Quase 90% das doenças mentais têm como causa desajustes da área sexual.


4ª§ O desconcertante culto ao corpo e ao endeusamento pessoal tem arrastado multidões inexperientes aos transtornos psicológicos de natureza grave, bem como a enfermidades perversas resultantes do mau uso da organização somática. (Joanna de Ângelis)

5ª§ O que é da "Carne, Corpo", e atos nas Realizações Física (RELACIONAMENTOS): Lucas Cap. 20 - Ver. 20 - Jesus respondeu?

Vamos, então, ao texto da Codificação Kardequiana:

200. Têm sexos os Espíritos?

"Não como o entendeis, pois que os sexos dependem da organização. Há entre eles amor e simpatia, mas baseados na concordância dos sentimentos."

201. Em nova existência, pode o Espírito que animou o corpo de um homem animar o de uma mulher e vice-versa? "Decerto; são os mesmos os Espíritos que animam os homens e as mulheres."

202. Quando errante, que prefere o Espírito; encarnar no corpo de um homem, ou no de uma mulher? "Isso pouco lhe importa. O que o guia na escolha são as provas por que haja de passar."

Os Espíritos encarnam como homens ou como mulheres, porque não têm sexo. Visto que lhes cumpre progredir em tudo, cada sexo, como cada posição social, lhes proporciona provações e deveres especiais e, com isso, ensejo de ganharem experiência. Aquele que só como homem encarnasse só saberia o que sabem os homens.

Com base nessas informações temos que: sexo, não representa Os espíritos, em sua essência, têm; 

Com base nessas informações temos que:

6ª§ Os espíritos, em sua essência, têm sexo, não representado exteriormente por órgãos genitais, mas sim correspondente às características psicológicas de cada individualidade. Assim, nos espíritos que simpatizam mais com o estilo masculino, as virtudes tidas como masculinas (coragem, iniciativa etc.) apresentam maior relevo, enquanto que, nos Espíritos que se adequam mais ao estilo feminino, ressalta um maior aperfeiçoamento das virtudes femininas (afetividade, paciência etc.). Dessa forma, a masculinidade e a feminidade representam características interiores de cada individualidade.

7ª§  O que atrai os espíritos entre si não é a exterioridade física mas sim a afinidade no pensar e no agir.

8ª§ A escolha do sexo para o espírito que vai reencarnar não está sujeita aos preconceitos da nossa sociedade terrena, onde ainda prevalece o machismo. Essa escolha leva em conta a necessidade de evoluir rumo à perfeição, que só se alcança adquirindo todas as virtudes dos homens e das mulheres. "Todos nós temos de renascer 
incontáveis vezes como homem e como mulher, Brancos, Negros, Amarelos ou Vermelhos" tantas vezes quantas necessárias para nos tornarmos mais próximos da perfeição. Partindo desse principio, não justifica o ser humano julgar seu semelhante, pois onde ele mais errou terá que voltar para corrigir os erros cometidos. Exemplo, quem é branco pode voltar em corpo negro e vise versa, não justifica a intolerância, quanto ao racismo. Da mesma forma "Homossexualismo entre homens e mulheres.

9ª§ AMÉRICO DOMINGOS NUNES FILHO (2004:32) ressalta a importância da ideia da reencarnação para a compreensão das variantes da sexualidade:
Seria muito importante que todos os estudiosos da área sexual tivessem conhecimento da reencarnação.

10ª§ Sem essa noção, a verdadeira essência dos problemas fica inatingível, porque os chamados desvios da sexualidade estão sedimentados nos equívocos geralmente sedimentados em vidas passadas. O presente estudo, no entanto, não se baseou somente nos textos espíritas.

11ª§ Procuramos beber nas fontes de outras correntes de pensamento para informar nossos prezados Leitores e Leitoras de uma forma mais abrangente. Uma dessas fontes foi um dos expoentes da humanidade.

GANDHI[1] foi um dos homens mais importantes não só do século XX, mas de todas as épocas, cuja vida ele próprio transformou em um livro aberto para que todos ali pudessem ler nas suas confissões sinceras de fragilidade força interior, traçando parâmetros para a humanidade, porém com humildade e reverência sobretudo ao maior de todos - Jesus. Atingiu o ideal da castidade depois de muitos anos de aperfeiçoamento interior, como ele mesmo dizia. Desenvolveu a castidade como resultado natural do seu progresso espiritual, amando a humanidade toda, sem distinção. Não verificava mais em si a necessidade do contato carnal. No entanto, compreendendo que a maioria não tinha cabedal para viver essa realidade superior, admitia para as outras pessoas o exercício da sexualidade, porém apenas com a finalidade reprodutiva. Não aceitava como ética a ideia da procura do prazer sexual. Esse o parâmetro gandhiano, ou seja, uma realidade para homens e mulheres ainda muito acima da média humana da nossa época.

12ª§ A grande maioria da humanidade não está em condição de viver nem a castidade, nem da prática do sexo somente com finalidade procriativa. A realidade é que a procura do prazer ainda pesa muito na estrutura psicológica da imensa maioria.

A) Assim, ao lado do ideal de paternidade ou maternidade, procura-se o prazer nas relações sexuais.

B) Há, todavia, um número de pessoas que visa somente o prazer, desprezando o idealismo de ser pai ou mãe, o que representa uma estagnação espiritual de sérias conseqüências.

C) Uma outra forma de entender a sexualidade é representada pelo Tantrismo.

13ª§ Assim, para efeitos didáticos, classificamos cinco vertentes:

a) castidade,
b) sexo com finalidade meramente reprodutiva,
c) sexo objetivando a reprodução e o prazer,
d) sexo objetivando somente o prazer,
e) Tantrismo.

O Raja-yoga adota o princípio de que a energia do ser humano é única, não havendo uma energia para a atividade sexual e outra, separada, para o exercício espiritual. Assim diz ROMAIN ROLLAND (2003:158):
os tormentos sexual, vindo do astral para a mente física
14ª§ Gandhi quis endossar a teoria clássica do raja-yoga, segundo o qual o homem e a mulher dispõe só de uma força, ou ojas, que pode ser empregada tanto em atividades sexuais (em pensamentos ou ações) como no processo espiritual. E, assim como, a cada momento, não se dispõe senão de uma quantidade limitada de forças, quanto mais for ela utilizada no campo sexual tanto menos fará no campo espiritual.

15ª§ Essa tese impressionou-nos e passamos a refletir sobre o assunto. Pensamos poder inclui nesse rol outras vertentes da atividade humana: a afetividade, as
atividades intelectuais e os trabalhos físicos.

Continuando na pesquisa sobre a unidade da energia espiritual, deparamo-nos com a afirmativa de DIVALDO PEREIRA FRANCO, que esclarece sobre a possibilidade de canalisá-la de uma vertente para outra:
O médium baiano de Feira de Santana (2004:58) diz:

16ª§ Contou-me Chico Xavier como os Espíritos o ajudaram a transformar as suas energias sexuais em forças para a psicografia, e depois que ele me contou uma bela história que lhe foi narrada por Emmanuel, numa simbologia muito bonita, aprendi também a canalizar as forças sexuais, para que me dessem potência de voz, me ajudassem em outros ministérios.

17ª§ Logo adiante, esclarece que:

Podemos canalizar essas energias com resultados muito saudáveis para a nossa permanente vitalidade.
Assim, entendemos que a energia do espírito pode ser extravasada para:
a) a atividade sexual,
b) o exercício espiritual,
c) a atividade física,
d) a atividade intelectual,
e) a afetividade.
A forma de utilizar essa energia demonstra o grau de perfeição de cada ser humana. Assim, que emprega sua energia de maneira egoísta e inconseqüente não pode achar que seja um primor de pessoa.

18ª§ Concluímos que compensa organizar, em nossa vida, essa distribuição energética com racionalidade e bom senso para termos uma realidade feliz
internamente e no contato com as pessoas.

Finalmente, sem pretensão de trazer nada de novo, esperamos que o presente estudo seja útil aos nossos prezados Leitores e Leitoras.

19ª§ A ATIVIDADE INTELECTUAL:

Não há dúvida de que qualquer atividade humana tem a participação da inteligência, não existindo nenhuma atividade puramente mecânica.
Qualquer atividade intelectual significa um gasto de energia, que pesa na economia geral do organismo e que carece de repouso e alimentação para se refazer.

20ª§ Francisco Cândido Xavier disse, certa vez, que atualmente as pessoas têm menos vitalidade sexual porque despendem muito mais energia nas atividades intelectuais do que se fazia em tempos passados. Assim, pode-se concluir que os seres humanos se preocupam muito menos com a prática do sexo físico à medida que gastam sua energia em atividades intelectuais. É isso uma conseqüência natural do aperfeiçoamento do ser humano, que aos poucos se distancia da animalidade. O desenvolvimento do ser humano na parte intelectual é fantástico perto do que se via em épocas passadas. Em poucos séculos a humanidade passou a conhecer muito mais do que em milênios anteriores. Esse progresso se faz em progressão geométrica.

21ª§ A atividade intelectual é uma fonte de prazer, intenso, suave, altamente compensador. Devemos procurar essa fonte de prazer: do nosso aprimoramento profissional, da boa leitura, da audição de músicas sublimadas, das conversas esclarecedoras, da reflexão sobre temas importantes para a vida, da transmissão desses conhecimentos às demais pessoas e outras tantas atividades intelectuais, que cansam, mas gratificam no momento em que as realizamos e na contemplação dos seus resultados opimos. Imagine-se a satisfação interior que os intelectuais sentem durante seus estudos e trabalhos e quando estes estão completados.
Compensa gastar muita energia nas atividades intelectuais, investir muito no nosso desenvolvimento e assim mesmo fazer em relação às pessoas que nos cercam.

22ª§ Veja-se o exemplo de Francisco Cândido Xavier sendo intermediário de centenas de livros para o progresso humano. Imagine-se seu grau de felicidade interior.

Temos de sublimar-nos e, aos poucos, ir deixando para trás o apego ao gozo físico, mais próprios dos seres pouco desenvolvidos. Não há mudança imediata, pois a Natureza não dá saltos, mas, quanto mais rápido transferirmos nosso interesse para atividades mais sublimadas, mais estaremos em contato com os prazeres imateriais,
realmente compensadores.

23ª§ A VIDA AFETIVA:

A afetividade está presente em todas as atividades humanas, quaisquer que sejam e por mais que queiramos distanciá-la de nós.
Dentro da área da afetividade o Amor é a manifestação mais apurada.
Amar desgasta, cansa, extenua, mas é uma fonte de prazer.

O amor dos pais pelos filhos lhes tortura permanentemente o cérebro, tira-lhes a tranqüilidade e o sono, mas sublima-os, transforma-os em verdadeiros representantes de Deus dentro do instituto da família. O amor do profissional pelas pessoas que o procuram em virtude da profissão é para ele motivo de cansaço e desgaste, no entanto, transforma sua vida num sacerdócio.

24ª§ Ninguém vive feliz a não ser imbuído de uma carga relevante de afetividade.
Quem não vive para servir não serve para viver. Servir é uma conseqüência da afetividade bem direcionada. Neste setor também se gasta muito da energia espiritual. Gasta-se e se repõe, através das permutas afetivas com aqueles que nos dão afeto.
Francisco de Assis reabastecia-se afetivamente, energeticamente, até no contato com os seres inanimados, pelo muito que amava tudo que existe no mundo. A sublimação da afetividade se consegue gradativamente através do amor por tudo o que existe.

25ª§ Por ser um assunto extremamente importantíssimo para todos os seres humanos, eu trouce para meu Blog, afim de alertar  a todos sobre as discriminação sexual, julgam na maior partes das vezes sem conhecimentos de causa. Esse trabalho maravilhoso foi feito 
Confiram, homossexualismo e muito mais,  pois é de máxima importância para aqueles que procuram crescimentos espiritual, mais colaborador da Luz, (Inácio Ferreira).




                    ********RELACIONAMENTOS*******

Meus irmão cuidado ao se relacionarem, e ir em busca da felicidade a qualquer preço. Muitos relacionamentos acabam desfeitos ou acabam em tragédias, por negligencias dos próprios seres, que não sabem obedecer o tempo certo da maturidade de um relacionamento, querem saciar da fruta a qualquer custo.

Muitos esquecem que nos encarnados temos vidas duplas, uma quando despertos no corpo físico e a outra quando dormimos, porem muitos esquecem desse pequenos detalhes, extremante importantes para se iniciar um relacionamento.

Tudo vai depender do estado de espírito da pessoa e sua vibração naquele momento e a sua busca em pensamentos, lembrando que carregamos os dois polos, "Negativo e Positivo" e quando uma pessoa acumula muito polo positivo, é natural que a outra de polo negativo (Excesso de Vontade e Desejos) despeje essa vibração para a outra, ficando por algum tempo livres de suas negatividades. (“É como a arvore do fruto proibido, ao experimentar da fruta da arvore proibida, o ser vê diante do bem e do mal”).

E esse processo se dá no ato íntimo de uma relação, mas o problema é que quem ficou com a negatividade do outro se tiver também um pouco de negativo, ira somar com o que recebeu, trazendo em sua vida sérios acontecimentos ( Esse processo pode atrair do vales da sombras, personalidades suas em fase de transmutação, ou outras de parceiros, pela vibração emitidas) como; dores no corpo, dores de cabeça, desanimo, tristezas, noites mal dormidas, e as vezes um pouco de depressão, sem contar com as perdas materiais, (e tudo isso por causa da pressa em tentar ser feliz ao lado de outra pessoa).
O bom relacionamento sadio, começa com uma boa amizade dando tempo para as pessoas envolvidas a chance de se conhecerem, qualidades e os defeitos de cada um, caso venha restringir essa regra, corre os riscos, de uma relação insegura, O mais “Agravante” é quando uma das partes, querem se envolver com pessoas problemática (os viciados) pensando que poderá no futuro ser feliz, Nesse caso ambos, jamais poderão construir uma grande felicidade se uns dos integrante carregar vícios diversos, que são edifícios de ser corrigidos em prazo curto de tempo, caso aconteça, um ou outro terão de ser “Enfermeiros” e cuidar talvez por muito tempo a causa.

Como um relacionamento tem altos e baixos, o difícil será conviver com isso, porque nesses casos, o relacionamento de uma família formada é mantida com, Dor, Brigas, Desavenças e coisas pioreis, sem falar no fato das tragédias. Bom agora vocês já sabem o porquê dos noticiários lamentáveis de notícias ruins. O casamentos nos atos Religiosos a inda é uma benção e uma maneira mais segura de realização, na formação da família futura, Pois esse ato tem a forças e as benção dos dos Deuses.
Axé a todos........Meditem!!! E principalmente comentem e de sua opinião.


Corpo de Luz - Erick

Se houver algum relato "Intimo" sugiro que me mande um Email, corpodeluzerick@gmail.com - serei sempre sua Alma Amiga.

Blog de Auto Ajuda - "DIVULGUE" a um amigo e em seus países!!

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. FALANDO SOBRE SEXO;

    Na zona inferior existem lugares de almas com diversos distúrbio de natureza Sexual, almas totalmente em desequilíbrio, que da vasão aos atos mais rude e animal, as vezes bem pior do que os animais na pratica sexual, é tão monstruosa a forma praticada, se o ser encarnado o visse, pensaria duas vezes em praticar, se tornam verdadeiros farrapos de almas desequilibradas. E o agravante é que milhões de ser encarnado ao dormir desdobram para esse vale de almas perdidas para extravasar suas frustrações e seus desejos insaciáveis e quando retornam ao corpo, vem com sensação de bem estar aparente, que ira influenciar e muito na sua consciência e em seus atos no dia dia, os atos praticado não condiz com sua moral, por isso os acontecimentos de estrupo em crianças e mulheres e homens, a pratica quando sem o corpo é um ato, o outro é quando no estado desperto onde os desafios morais se entre lação na consciência e nos corpos espirituais. O que não é anormal;

    Quando você não consegue controlar sua vontade e desejo.

    Quando você pratica o ato sexual mais de três veze por semana, ou se masturba

    Quando você cria fantasias, imagens sexual ao olhar uma mulher ou um homem, o agravante é se conectar com o vale do sexo no Umbral trazendo a tona personalidades pertencente a esse nível de vibração, que ira vibrar constantemente em seus pensamentos o ato de praticar o sexo tão fortemente que você não consegue se conter até sua realização, como somos totalmente influenciados por diversos espíritos, muitas das vezes em desequilíbrio, somos prezas fácil de fazer ou praticar atos, que não condiz com nossa moral. O agravante disso tudo é não conter nossa vontade e desejos e agir por impulso. Nesse contesto; temos prostituição, estrupo, insatisfação, depressão e uma serie de enfermidades de desequilibro sexual.

    Quando uma pessoa não consegue se conter ou controlar sua vontade sexual, tem remédio...Sim através de banhos específicos e bom suporte espiritual, a como afastar as influencias espirituais em desequilibrio, ou a personalidade de uma vida passada causadora;;;;o importante é saber que tudo tem solução basta procurar ajuda.....Abraços Fraternos

    Corpo de Luz

    ResponderExcluir
  3. oi boa noite só o que não ficara bem claro para mim, é se possível a troca afetiva entre desencarnados, ou seja as pessoas do mundo espiritual, além disso gostaria de perguntar o por que no filme nosso lar há pessoas apanhando no umbral por que isso é possivel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que lá não tem referencias aos espíritos como um lar ou um lugar familiar especifico, as pessoas muitas vezes não sabe e não entende como chegou lá, pois tudo é estranho, e muito assustador, influenciados em pertubações e de vitimas, muitos fogem ou vivem em grupos perambulando nos vales da dimensão astral.

      Excluir

DEIXE SEUS COMENTARIOS